terça-feira, 16 de agosto de 2011

NOVA CCS/BG-XEREM- Matéria do Jornal O IMPARCIAL, sobre a Doação Blindado ao TG de Araraquara

Ontem recebemos do xerém uma matéria sobre este assunto e hoje recebemos dele pelo editoria do Jornal o Imparcial
Exército doa carro de combate para o Tiro de Guerra de Araraquara


No ano em que completa seu primeiro centenário em Araraquara, o Tiro de Guerra (TG) recebeu do Exército Brasileiro um carro de combate, o blindado CCM 41, de 25 toneladas, que compõe o Monumento do Centenário, na unidade da Vila Xavier.
O blindado chegou à cidade na manhã de ontem, transportado por carreta e enviado pelo 22º Depósito de Suprimento do Exército da unidade de Barueri, na Grande São Paulo. Atiradores do TG e o delegado da 4ª Delegacia de Serviço Militar de Araraquara, tenente Sérgio Drumond da Silva, também acompanharam a chegada do veículo.
A inauguração do Monumento do Centenário se dará no próximo dia 10 de setembro, também Dia Municipal do Atirador e no mesmo dia em a unidade comemorará oficialmente os cem anos de fundação em Araraquara.
De acordo com o prefeito Marcelo Barbieri, o monumento vai marcar essa data importante para a história do Tiro de Guerra e para o município de Araraquara. Para receber o carro de combate, a Prefeitura construiu uma base de concreto para sustentação
"O Tiro de Guerra tem uma importância histórica para Araraquara
Inclusive nas diversas campanhas institucionais realizadas pelo Fundo Social de Solidariedade. O centenário do TG tem total apoio da Prefeitura", afirmou o prefeito.
Marcelo destacou que para comemorar esse marco do TG na cidade, as festividades já começam no mês de agosto, junto com os 194 anos de Araraquara. O tema do desfile cívico deste ano, que acontece na Avenida Bento de Abreu, é "Centenários", e contará com a participação de cerca de 60 ex-atiradores.
Segundo o chefe de Instrução do TG, subtenente Israel Gargioni, esta doação é um "presente especial" para Araraquara. "É um símbolo do próprio Exército na cidade", resumiu. O CCM 41 foi fabricado nos Estados Unidos, chegou ao Brasil nos anos de 1960 e serviu ao Exército até o ano passado, de acordo com o subtenente.

Centenário
Ex-atiradores das turmas de 1962, 1966, 1975, 1981, 1991 e 2009, desfilarão com a Banda do Exército do 37º Batalhão da Infantaria Leve, da cidade de Lins (SP), composta por cerca de trinta integrantes também especialmente convidados.
Segundo Israel Gargioni, já no dia 10 de setembro haverá a participação especial das turmas de ex-atiradores de 1981 e 1991, que completam, respectivamente, trinta anos e vinte anos de prestação do serviço militar na cidade. "E integrantes da maioria de todas as turmas também são convidados a participar", afirma o subtenente.
Gargioni confirma, também para o dia 10, além da inauguração do Monumento do Centenário, a proclamação do Dia Municipal do Atirador e a solenidade de formatura da turma atual de atiradores, com a participação de ex-diretores e ex-chefes de instrução.
O Tiro de Guerra teve origem na cidade em 1911, quando alguns líderes se mobilizaram para criar a Linha de Tiro Cívica de Araraquara, oficialmente formalizada em 10 de setembro daquele ano. Atualmente, o TG forma por ano cerca de cem atiradores no município.
>